Notícias

Ecocardiograma com contraste de microbolhas

Ecocardiograma com contraste de microbolhas

A utilidade do uso de Contraste no Ecocardiograma

« MAIS NOTÍCIAS

Antonio Carlos L de Barros Filho
15/02/2018

O ecocardiograma com contraste de microbolhas é indicado para melhorar o delineamento das bordas endocárdicas em pacientes com JANELA SUBÓTIMA (incapacidade de adequada visibilização de dois ou mais segmentos contíguos em
qualquer uma das projeções apicais). Sua utilização aumenta a acurácia na detecção de trombos intracavitários, no diagnóstico de alterações da mobilidade segmentar do ventrículo esquerdo, assim como aumenta a reprodutibilidade na estimativa dos volumes e da fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE).

PRINCIPAIS INDICAÇÕES:

1. Avaliação da FEVE e da mobilidade segmentar do ventrículo esquerdo:

Sua utilização é de fundamental importância em pacientes com janela ecocardiográfica subótima nos quais a avaliação da borda endocárdica é crítica (exs: avaliação de
paciente com precordialgia, ecocardiograma com estresse) e em pacientes submetidos a exames seriados para acompanhamento da FEVE (ex: avaliação de cardiotoxicidade).

2. Miocardiopatia hipertrófica apical:

A hipertrofia apical pode estar presente em até 7% dos pacientes com miocardiopatia hipertrófica, estando indicada a utilização de contraste em pacientes com difícil visibilização dos segmentos apicais.

3. Não compactação miocárdica:

Quando existe suspeita de compactação miocárdica, porém a mesma não pode ser adequadamente visualizada no exame convencional, a utilização de agente de realce de bordas endocárdicas pode auxiliar na confirmação ou exclusão do diagnóstico.

4. Avaliação de trombos intraventriculares:

A utilização de contraste permite a detecção de trombos intracardíacos com maior sensibilidade e especificidade, especialmente em pacientes com elevado risco de evento cardioembólico (exs: pacientes com infarto do miocárdio e pacientes com disfunção sistólica ventricular esquerda aonde o ápice não pode ser corretamente
identificado).

5. Outras indicações:

Também pode auxiliar nas seguintes situações: avaliação de massas intracavitárias, identificação de aneurisma e pseudoaneurisma do ventrículo esquerdo, suspeita de endomiocardiofibrose e avaliação da perfusão miocárdica.

SEGURANÇA:

Após inúmeros estudos realizados nos últimos anos demonstrando a segurança dos agentes de contraste ultrassonográfico o FDA (US Food and Drug Administration) retirou diversos avisos de segurança na bula destas medicações. Em relação ao único agente atualmente disponível no Brasil (Sonovue®) os efeitos indesejáveis reportados foram, em geral, não sérios e transitórios. Em estudos clínicos, as reações adversas mais comumente reportadas foram: cefaleias (1,0%), reações no local da injeção (0,8%) e náusea (0,5%). Reações ameaçadoras à vida são raras (incidência inferior a 1:10.000) sendo que os efeitos adversos são menos frequentes do que àqueles de outros agentes utilizados em outros exames de imagem (ex: contraste iodado).

CONTRA INDICAÇÕES:

Seu uso é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade conhecida ao hexafluoreto de enxofre ou a qualquer um dos seus componentes e para pacientes com desvios direita esquerda conhecidos (não é contra indicado para pequenos shunts como forame oval patente com pequena passagem de fluxo), hipertensão pulmonar grave (pressão sistólica na artéria pulmonar > 90 mmHg), hipertensão sistêmica não controlada e síndrome de dificuldade respiratória do adulto.

CÓDIGOS ANS:

Os procedimentos de ecocardiografia com contraste de microbolhas constam no Rol de Procedimentos da ANS conforme abaixo:

 Ecocardiograma Transtorácico com Contraste de Microbolhas (40901050)

 Ecocardiograma sob Estresse com Contraste de Microbolhas (40901700)

 Ecocardiograma com Contraste de Microbolhas para Perfusão em Repouso (40901068)

CONCLUSÕES:

A utilização de agentes que permitem a melhor identificação das bordas endocárdicas aumenta a acurácia diagnóstica em diferentes situações clínicas. Para tal é utilizado um fármaco não iodado, medicação com bom perfil de segurança, que possui poucas contra indicações, disponível no Brasil (SonoVue®), sendo que o seu uso consta no rol de procedimentos da Agência Nacional de Saúde.

Antonio Carlos L de Barros Filho
CRM-SP: 129.981

FONTES:

 Porter TR, Abdelmoneim S, Belcik JT, McCulloch ML, Mulvagh SL, Olson JJ, et al. Guidelines for the cardiac sonographer in the performance of contrast echocardiography: a focused update from the American Society of Echocardiography. J Am Soc Echocardiogr. 2014 Aug;27(8):797-810. PubMed PMID: 25085408. eng.

 ANS (Agência nacional de saúde):
http://www.ans.gov.br/index.php/planos-de-saude-e-operadoras/espaco-do-consumidor/738-rol-deprocedimentos-vigente

 ANVISA (Agência nacional de vigilância sanitária):
http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=23920312016&pIdA
nexo=3955626